Lenha na Fogueira – por.: Zé Katraca / Site de Notícias Rondônia Dinâmica

http://www.rondoniadinamica.com/arquivo/lenha-na-fogueira-por-ze-katraca-,86840.shtml

Lenha na Fogueira – por.: Zé Katraca / Site de Notícias Rondônia Dinâmica

Publicada em 31/01/2015 – 10h57min / Autor: Silvio Santos

Lenha na Fogueira – por.: Zé Katraca

Confira o que diz o colunista sobre as prospecções culturais de Rondônia

Prego batido e ponta virada! Não teremos Baile Municipal este ano. A municipalidade cancelou a festa de abertura oficial do carnaval, alegando que prefere preservar os monumentos históricos de Porto Velho.

********

Monumento histórico são Patrimônio Material já o baile municipal e a corte do Rei Momo é patrimônio Imaterial. Quem é catedrático nesse assunto é o professor Chiquinho irmão do eterno poeta cantor, compositor Zezinho Maranhão.

*********

O carnaval das escolas de samba de Porto Velho, a Banda do Vai Quem Quer e o Galo da Meia Noite são patrimônio imaterial.

********

O Boi Bumbá Corre Campo, a Quadrilha Rosa Divina são bens culturais imateriais.

*********

Os bens culturais de natureza imaterial dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas e nos lugares, tais como mercados, feiras e santuários que abrigam práticas culturais coletivas.

*********

Tudo bem que precisamos preservar nosso Patrimônio Histórico Material como é o caso do “Monumento aos Pioneiros” que foi retirado do Trevo do Roque para se construir os viadutos que até hoje não foram concluídos.

********

As peças do museu da Madeira Mamoré assim como todo o complexo da Estrada de Ferro que em breve vai desaparecer no banzeiro provocado com a abertura das comportas das usinas.

*********

A praça Marechal Rondon e a Praça Jonathas Pedrosa que precisam voltar a ser Praça e não camelódromo.

*********

O Mercado Cultural que chove mais dentro do que fora e principalmente o Mercado Central o mais antigo de Rondônia, que ta lá faz tempo sem receber o devido cuidado.

*********

Isso tudo é bem material. Tudo é palpável.

********

O que deveria ser preservado como bem cultural imaterial era a produção musical do Bainha, Silvio Santos, Ernesto Melo, Bado, Binho. As toadas dos nossos bois bumbas e a própria brincadeira de boi bumbá.

*********

A falta de conhecimento sobre o que é Patrimônio Imaterial fez com que a Funcultural cometesse a aberração de soltar uma Nota (leia matéria nesta página), cancelando a realização do Baile Municipal alegando que os recursos que seriam utilizados na festa, passam a ser investidos na preservação dos nosso Patrimônio Cultural.

********

Sabia que até ler a matéria distribuída pela Assessoria do Prefeito de Porto Velho, eu pensava que a brincadeira de carnaval era Patrimônio Cultural também?

**********

As festas populares e tradicionais, para quem não sabe, são bem culturais de um povo. Patrimônio Imaterial.

*********

Aí vem a prefeitura de Porto Velho e diz que o Baile Municipal não é cultura, que a Corte do Rei Momo não é Patrimônio Imaterial e em conseqüência coloca o carnaval na Vala da Sub Cultura.

********

O bom disso tudo, é que Patrimônio Imaterial dificilmente morre, pois passa de pai para filho de avô para neto e se embrenha pelas esquinas da vida e pelos barrancos dos rios.

********

É por isso que digo: “Com chuva ou sem chuva eu chego lá”, pois “As água vão rolar”, “No sonho do Juvenal” tudo porque “Chegou a Banda a Banda a Banda…”

********

Meu carnaval pode não ser Patrimônio Imaterial, mas, tem muito “Patrimônio” que não pode deixar de ser admirado.

**********

Já que entramos no assunto, hoje tem ensaio do Galo da Meia Noite. A festa começa as 19h00 e só termina a meia noite no Terreiro do Galo á rua Rogério Weber entre a Duque de Caxias e a Pinheiro Machado.

********

É terminando o ensaio do Galo e começando o desfile do bloco Fest Folia Mix que sai da Pinheiro Machado exatamente a Meia Noite de hoje pra manhã.

Enviado via iPad

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.