Pedras para contenção de barranco chegam à Estrada de Ferro, em RO | Rondônia | G1

http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2014/12/pedras-para-contencao-de-barranco-chegam-estrada-de-ferro-em-ro.html

Pedras para contenção de barranco chegam à Estrada de Ferro, em RO

Pedras para contenção foram deixadas no deck da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (Foto: Gaia Quiquiô/G1)Pedras para contenção foram deixadas no deck da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (Foto: Gaia Quiquiô/G1)

As obras da barreira de proteção no deck da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), em Porto Velhoicon-desktop.png, devem ser iniciadas na próxima terça-feira (30). As pedras para contenção na área mais crítica que está desbarrancando, em um perímetro de 30 metros, foram levadas para o local na quinta-feira (25).

O recurso de R$ 1,5 milhão destinado para recuperar a ribanceira faz parte do Plano Emergencial Madeira-Mamoré, que deve revitalizar toda a área afetada pela cheia histórica do Rio Madeira, ocorrida de janeiro a março de 2014.

A princípio, a ação será realizada para conter a erosão nas margens do rio, na área mais crítica, que desbarrancou cerca de 30 metros no deck da Madeira-Mamoré. Todo o material que será utilizado para a contenção já foi disponibilizado e está no pátio da Secretaria Municipal de Obras (Semob), para início das obras na terça.

A segunda etapa será a transferência das peças ainda mantidas em um dos galpões da EFMM para o Prédio do Relógio, onde serão restauradas para o inventário e a catalogação de todo o acervo histórico. Segundo o presidente da Funcultural, Marcos Nobre, a colocação dos itens prédio facilita o trabalho, já que eles ficarão longe dos impactos de uma possível nova enchente.

O presidente afirmou que as obras de contenção serão concluídas na primeira quinzena de janeiro de 2015, mas garantiu que as ações estão sendo tomadas como medida de urgência e atrasaram devido ao ponto facultativo das festas de final de ano.

O Plano de Revitalização Madeira-Mamoré para a reforma completa da estação conta com a participação do Exército Brasileiro, Semob, Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), Secretaria de Estado do Turismo, Secretaria Municipal de Programas Especiais e Defesa Civil (Sempedec) e Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional em Rondôniaicon-desktop.png (IPhan). O projeto compreende também a construção de uma grade de proteção em todo o perímetro de entrada da praça da Estrada de Ferro.

Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, patrimônio histórico afetado pela cheia (Foto: Rodrigo Ersi/Divulgação) Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, patrimônio histórico afetado pela cheia (Foto: Rodrigo Erse/Divulgação)

Enchente histórica
O pico da cheia histórica aconteceu em 30 de março deste ano, quando o Rio Madeira atingiu a marca de 19,74 metros. Com a enchente, cerca de 30 mil pessoas ficaram desabrigadas. No Baixo Madeira, muitos distritos de Porto Velho foram inundados e milhares de pessoas abandonaram as casas. O distrito de São Carlos foi 100% atingido e várias famílias passaram a viver em flutuantes.

Foram oito cidades afetadas pela cheia histórica: Porto Velho, Nova Mamoréicon-desktop.png, Cacoalicon-desktop.png, Candeias do Jamariicon-desktop.png, Guajará Mirim, Jaruicon-desktop.png, Costa Marquesicon-desktop.png e Pimenta Buenoicon-desktop.png. O Corpo de Bombeiros e a Força Nacional contabilizaram 1.625 famílias diretamente afetadas, sem condições de permanecer em suas casas na época.

Com o nível do rio elevado, um porto chegou a ser improvisado na Praça da Estrada de Ferro, para embarque e desembarque de barcos da Defesa Civil que serviam de apoio aos distritos de Porto Velho, no Baixo Madeira.

Móveis antigos, peças de maquinários das locomotivas, objetos de pessoas que trabalharam na construção da estrada de ferro e outros itens históricos foram retirados dos galpões do complexo em 13 de fevereiro e mantidos no Prédio do Relógio, em uma sala fechada.

Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Patrimônio da Humanidade. Acesse:

www.efmm100anos.wordpress.com

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.