ALUNOS VISITAM A HISTÓRICA VILA MURTINHO | Portal Mamoré

http://www.portalmamore.com.br/alunos-visitam-a-historica-vila-murtinho/

ALUNOS VISITAM A HISTÓRICA VILA MURTINHO

IMG_4822Na segunda-feira (08), alunos do 1º ano do ensino médio da Escola Estadual Casimiro de Abreu participaram de uma aula externa na histórica Vila Murtinho. O conteúdo abordado durante a visita contemplou a observação das ruínas da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, a Igreja Nossa Senhora Terezinha, a nascente do Rio Madeira, na confluência dos rios Mamoré e Beni (Bolívia), e finalizou no cemitério local.

Sob coordenação dos professores Simon dos Santos (Geografia) e Cícero Daniel (Biologia), a aula de campo também tratou das mudanças paisagísticas, provocadas pela histórica cheia do Rio Madeira, ocorrida no primeiro trimestre de 2013. O objetivo foi articular e integrar conhecimentos dessas e de outras disciplinas por meio de atividades que se complementam e enriquecem a aprendizagem dos alunos.

A ideia de levar estudantes para fazer um itinerário na histórica Vila Murtinho faz parte de um projeto de levá-los a conhecer in loco, o “Berço de Nova Mamoré e do Rio Madeira. “Foi com o declínio da ferrovia que possibilitou o surgimento de Nova Mamoré, às margens da BR-425”, disse o professor Simon. Outro marco importante de Vila Murtinho que poucos conhecem ou dão pouca importância, diz respeito à nascente do Rio Madeira, um dos rios mais importantes da região Amazônica.

Na visita ao cemitério, o que chamou atenção dos estudantes foi o túmulo do pioneiro Sebastião João Clímaco. “Este é um dos mais antigos cemitérios o Estado de Rondônia, remonta ao tempo da construção da estrada de ferro”, disse o professor de Biologia. Presente na atividade, a aluna Emanuele Teixeira se impressionou com o que viu, “ nasci em Nova Mamoré, e esta a primeira vez que visito Vila Murtinho, é muito bacana poder comparar o passado do local com presente, merece ser mais bem cuidado e valorizado por todos”, complementou.

Enviado via iPad

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.