Na última visita de Eduardo Campos a RO uma foto ao lado do símbolo maior do Estado

http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2014/08/politicos-de-rondonia-lamentam-morte-de-eduardo-campos.html

Políticos de Rondônia lamentam a morte de Eduardo Campos

Políticos de Rondônia lamentam a morte de Eduardo Campos (Foto: Ricardo Leite/Arquivo Pessoal)Eduardo Campos esteve três vezes em Porto Velho
(Foto: Ricardo Leite/Arquivo Pessoal)

A morte do candidato à Presidência da República Eduardo Campos, em um acidente aéreo na manhã desta quarta-feira (13), na região de Santos (SP), comoveu autoridades e políticos de Rondônia. O diretório regional do PSB, partido do candidato, declarou luto interno e suspendeu as atividades. A legenda aguarda as orientações do diretório nacional sobre as ações em relação à campanha no estado e às iniciativas a serem tomadas nos próximos dias.

Eduardo Campos esteve na capital do estado três vezes: uma quando era governador de Pernambuco, outra quando era ministro da Ciência e Tecnologia e a última vez, em 2012, no segundo turno das eleições.

O prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, que é também presidente estadual do PSB, falará sobre o falecimento em coletiva à imprensa ainda nesta quarta. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, além de integrar a mesma legenda, Nazif era amigo pessoal de Eduardo Campos e, por isso, está muito abalado e consternado com a morte do político.

O governador de Rondônia, Confúcio Moura, publicou em uma rede social que “a notícia da morte de Eduardo Campos foi um choque”. O político declarou já ter sido colega do candidato e do avô dele, Miguel Arraes, na Câmara dos Deputados. Para Confúcio, Eduardo Campos “era um homem íntegro, com um futuro brilhante pela frente”.

Por meio de nota, o senador Valdir Raupp (PMDB) falou sobre o falecimento e elogiou Eduardo Campos. “Jovem político, exerceu com dignidade e competência vários cargos públicos e postulava a presidência da República com ideias democráticas voltadas à justiça social e ao bem-estar do povo brasileiro”, afirmou o parlamentar.

edimg_0812.jpg Candidato à Presidência morre aos 49

Elogios também do senador (licenciado) Ivo Cassol (PP). “O Brasil perdeu um líder nacional, um político novo, mas que já mostrou resultados positivos. A população brasileira é a maior prejudicada, pois teria a oportunidade de ter alguém como Eduardo Campos na presidência”, declarou.

Ao lamentar a morte, o senador Odacir Soares (PP) enalteceu a carreira política do candidato. “Eduardo Campos era um grande estadista e um político com grandes perspectivas. Ele honrou todos os mandatos que cumpriu” afirmou. O parlamentar disse ainda que acreditava na capacidade de Eduardo Campos para governar o País. “Sem dúvida, se ele fosse eleito em outubro próximo, seria um grande presidente.”

Acidente
A aeronave em que Eduardo Campos estava decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá, na manhã desta quarta. O jato particular caiu em um bairro residencial em Santos, no litoral paulista. Campos tinha programação de campanha em Santos nesta quarta. Outras seis pessoas morreram no acidente.

Enviado via iPad

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.