Cravos da EFMM reaparecem após a cheia perto de Santo Antonio

http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2014/04/pregos-que-podem-ser-da-estrada-de-ferro-sao-encontrados-apos-rio-baixar.html

Pregos que podem ser da estrada de ferro são encontrados após rio baixar

Material apareceu após o Rio Madeira começar a baixar (Foto: Ivanete Damasceno/G1)Material apareceu após o Rio Madeira começar a baixar (Foto: Ivanete Damasceno/G1)

A baixa no nível do Rio Madeira trouxe a tona, além de inúmeros prejuízos, algumas descobertas que podem ampliar o acervo histórico da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Na margem do rio, próximo a Igreja Santo Antônio em Porto Velho, a superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Rondônia recolheu dezenas de materiais que foram encontrados por turistas e um ex-ferroviário.

Mônica Oliveira, superintendente do Iphan em Rondônia, explicou que o órgão foi informado por turistas e por um ex-ferroviário sobre a descoberta do que poderiam ser os pinos ou pregos usados para fixar os trilhos da ferrovia. “Nós acreditamos que eles estavam ali por perto, por baixo da areia que fica naquela região. Com cheia, a areia que cobria pode ter sido levada e agora com rio secando, os pregos apareceram”, diz Mônica que afirma que técnicos devem analisar o material recolhido para poder dar uma destinação.

A superintendente diz que ainda não é possível afirmar com certeza se o material era da linha férrea ou como ele foi parar ali, mas tudo deverá ser analisado e, se comprovado ser da Madeira-Mamoré, será incorporado ao patrimônio.

Enviado via iPad

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.