Juca de Oliveira, Tony Ramos e Antonio Fagundes contam suas experiências em “Mad Maria” – Matérias – Reviva – Canal Viva

http://canalviva.globo.com/programas/reviva/materias/juca-de-oliveira-tony-ramos-e-antonio-fagundes-contam-suas-experiencias-em-mad-maria.html

Juca de Oliveira, Tony Ramos e Antonio Fagundes contam suas experiências em “Mad Maria”

13/09/2013 – 19:27

Os atores falam sobre as emoções e superações durante a minissérie

Eles enfrentaram mato cerrado, ataques de insetos e desconforto. O “Reviva” da próxima segunda, dia 16, revela os bastidores das gravações de “Mad Maria”. Juca de Oliveira, Tony Ramos e Antonio Fagundes contam as surpresas e contratempos que tiveram para trabalhar na selva Amazônica. Escrita por Benedito Ruy Barbosa e dirigida por Ricardo Waddington, a minissérie mostra a reconstrução da estrada de ferro Madeira-Mamoré (entre 1907 e 1912) e tem como locações Rondônia, o vilarejo de Abunã e Porto Velho. Nesses locais, seis quilômetros de trilhos soterrados foram reconstruídos, e a primeira locomotiva, a Mad Maria, reformada. Chuva e calor fortes atrapalhavam o andamento da construção.

Trabalhadores da ferrovia (Foto: CEDOC/TV Globo)Trabalhadores da ferrovia (Foto: CEDOC/TV Globo)

O engenheiro inglês Stephan Collier (Juca de Oliveira) é um homem hostil e autoritário. Segundo o ator, as dificuldades durante as gravações foram quase as mesmas da época em que a Madeira-Mamoré foi recuperada. “Ficávamos em Guajará Mirim e gravávamos em Abunã, no meio da floresta, a 153 quilômetros da fronteira com a Bolívia. Nesse lugar, já havia restos de trilhos antigos, mas eles reconstruíram. Me comoveu muito como os figurantes se empenharam na construção dessa ‘estrada’ provisória. Eles se esmeravam com um espírito que eu jamais tinha visto ao longo da minha carreira. Isso foi muito comovente, e de certa forma muito triste”, emociona-se.

Stephan Collier (Juca de Oliveira) (Foto: CEDOC/TV Globo)Stephan Collier (Juca de Oliveira) Foto: CEDOC/TV Globo

Percival Farquhar, personagem de Tony Ramos, um americano residente no Rio, enxerga na ferrovia uma forma de aumentar seus negócios no Brasil. “Lembro bem daquele personagem: muito escorregadio, um homem acostumado a lidar com poder. Mas é um dândi, se veste como tal, gosta de viver bem e mora em um hotel que possui, no Rio de Janeiro. O público pode extrair um pouco desse Brasil que está lá em cima, do grande norte brasileiro, uma região riquíssima e lindíssima”, afirma o ator. Na época, Tony estava atuando em ‘Cabocla’, escrita e dirigida pelos mesmos autor e diretor da minissérie. Mas houve um motivo especial para aceitar interpretar Farquhar: “Eles me chamaram: ‘Tonico, sabemos que está emendando um trabalho no outro, mas você vai fazer esse cara aqui!’, e me deram uma foto de Percival Farquhar. Fiquei meio atônito. Na minha decisão, pesou uma coisa: eu era muito parecido com ele!”.

Percival Farquhar (Tony Ramos) (Foto: CEDOC/TV Globo)Percival Farquhar (Tony Ramos) Foto: CEDOC/TV Globo

Juvenal de Castro, interpretado por Antonio Fagundes, é o homem de confiança do então presidente Marechal Hermes da Fonseca (Othon Bastos). Juvenal vai contra os interesses de Farquhar. “Ele é um ministro de estado, ministro de obras. Tem toda uma trama política correndo por trás da construção da estrada de ferro. Mas o Benedito [Ruy Barbosa] botou um outro molho no personagem, quando ele conhece uma menina. Juvenal é casado, mas monta uma casa pra jovenzinha. O Benedito criou esse escândalo na trama”, observa Fagundes. Quando recebeu o convite para fazer a minissérie “Mad Maria”, Antonio Fagundes também estava comprometido com outro projeto, mas não pensou duas vezes. “Fazia ‘Carga Pesada’ na época. Quando o Ricardo [Waddington] me chamou, eu disse: ‘Topo se você gravar quinta, sexta e sábado’. Ele topou, e eu fiz os dois programas. Gravávamos ‘Carga Pesada’ na segunda, terça e quarta, e ‘Mad Maria’ na quinta, sexta e sábado. Os personagens não poderiam ser mais opostos, o que era divertido, mas não deixava de ser cansativo. O resultado foi muito bom”.

Ministro Juvenal de Castro (Antônio Fagundes) (Foto: CEDOC/TV Globo)Ministro Juvenal de Castro (Antônio Fagundes) Foto: CEDOC/TV Globo

O “Reviva” desta semana vai ao ar na segunda, dia 16, às 23h e no sábado, às 19h45

Enviado via iPad

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.