Alunos de Escola Estadual em Colorado do Oeste fazem poesia sobre a EFMM

“CONCURSO DE POESIAS ESTRADA DE FERRO MADEIRA MAMORÉ” da ESCOLA PAULO DE ASSIS RIBEIRO. Os premiados representando a escola foram:

Madeira Mamoré
Há muito tempo surgiu uma ferrovia
Grande, longa e devagar
Foi se transformando, os vagões passando
E assobiando, e sempre transportando
Rondônia já foi muito grandiosa
Através da borracha,
Valiosa com o preço
Com o seu espaço desenvolvendo
O centenário virou atração
Com essa construção
Foi devagar levantando do chão.
Autor: Thyenry Victor Silva Canale
Série : 5º B – Ensino Fundamental I
Professora: Keyla Cristina C. Soares

Utopia

A Estrada de ferro Madeira Mamoré
Foi construída com grande sucesso
Para o crescimento do Brasil
Em nome do ilustre progresso
Em cada trilho construído
Existe sangue pioneiro
Dos que vieram de vários países
Com o espírito aventureiro
A Maria Fumaça, como é chamada
O Brasil e a Bolívia ligava
Levando riquezas naturais
E os sonhos que não voltam jamais.
Autor: Adriel Augusto Barbosa Lima
Série:  6º Ano A – Ensino Fundamental
Professora: Valdenise Delgado Pacheco
Tch – tch – tchh…
Planejamento…
Tchic, tchic, tchic, tchic
Tchu úúú, tchic tchic tchic…
Cabum! Dzzz…    Pow!
De volta ao planejamento!
De volta ao planejamento,
De volta ao planejamento…
Para o museu, então, para o museu!
Vai repousar sobre um dormente,
Já que o destino não quis,

E a borracha foi tão impaciente.

Bruno H. Balbinot
Série 3o A – Ensino Médio
Professora Rosana Sperandio Andreatta
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.